fbpx
Schedule a visit     Request a quote

Em períodos de instabilidade econômica nos estados, muitas empresas buscam alternativas para conter gastos sem prejudicar o desempenho da equipe. Uma das grandes oportunidades que surge aos empreendedores, nesse contexto, é o escritório compartilhado.

Por esse motivo, o coworking no Rio de Janeiro é tendência que tem se concretizado no mercado por aqueles que desejam crescer em meio a crise.

Pensando nisso, elencamos alguns esclarecimentos sobre como funciona o coworking e por que motivo ele pode ser uma ótima opção para a economia do seu negócio. Não deixe de conferir!

O que é e como funciona o coworking?

Coworking é uma forma colaborativa de economia que consiste na criação de escritórios compartilhados. A ideia central dessa alternativa às tradicionais sedes empresariais é atender a necessidades de diversos profissionais por meio de um ambiente de trabalho comum.

Mais do que um simples compartilhamento para reduzir custos e superar a crise financeira, o coworking se tornou um estilo de gerenciamento de negócio, refletindo, inclusive, na construção da imagem institucional para o cliente.

Em uma perspectiva mais abrangente, é possível notar o aumento da lógica colaborativa em todo o mercado. A ascensão de aplicativos de carona e de aluguel de apartamentos para temporada são alguns dos exemplos que confirmam essa ideia.

Como anda o coworking no Brasil?

O mercado de coworking no Rio de Janeiro e no Brasil está cada vez mais aquecido e favorável. De acordo com o Censo Coworking Brasil, em 2017, houve um aumento de 114% dos espaços compartilhados em relação ao ano de 2016.

Na data da pesquisa, o país contava com 56 mil estações de trabalho, movimentando 82 milhões de reais e gerando 3.500 empregos diretos e indiretos.

Ainda sobre os dados levantados pelo Censo, o Rio de Janeiro se encontra em segundo lugar no ranking estadual quando se trata de número de ambientes colaborativos disponíveis, perdendo apenas para São Paulo.

Por que o coworking é uma boa opção para a economia do negócio?

O coworking pode ajudar muito as empresas na redução de gastos, sem interferir na produtividade dos colaboradores e no contato com clientes e parceiros de negócios. O fornecedor, inclusive, poderá trabalhar no mesmo espaço, facilitando relações comerciais.

A contenção de despesas, nesse contexto, se deve, principalmente, à distribuição dos custos com infraestrutura e acessórios indispensáveis ao escritório, como: Internet, telefone e ar-condicionado. Além disso, eventos poderão ser realizados conjuntamente, conforme acordarem as organizações.

O empreendimento, para crescer no mercado, deve zelar pela sua saúde financeira e presença no mercado por meio de uma gestão eficiente. Por esse motivo, muitas empresas têm aderido a soluções inovadoras de compartilhamento, que auxiliam na redução dos custos sem comprometer a produtividade e a satisfação do cliente.

O coworking no Rio de Janeiro, nesse contexto, tem se expandido como alternativa eficaz para contornar a crise estadual e para retomar a economia do negócio de maneira criativa e inovadora. Diante de todos os benefícios que o espaço colaborativo proporciona, empreendedores compreendem a importância de investir nessa ideia promissora para o mercado.

Leave a Reply

Close Menu